quarta-feira, 12 de dezembro de 2012

Capitulo 9



                                            Siva’s Pov


Estávamos arrumando as coisas no carro para irmos buscar Roxy e Megan no apartamento delas.


- Amor, colocou minhas malas? - Nareesha me abraçou por trás enquanto eu fechava o porta malas do carro.


- Claro Nunu. - me virei e a beijei.


- Eca! - olhei para Tom que estava sentado na calçada brincando com a carteira de Cigarro.


- Eca é o que você faz, fica fumando para depois ter problemas no pulmão.


- Me deixa Seev. - ele se levantou e saiu. Voltamos para dentro da casa e os meninos já estavam saindo.


- Vamos? - Max perguntou e assenti com a cabeça.


Dividimos os carros até na casa das meninas. Já que o Jay tinha bebido algumas cervejas ele não pôde ir dirigindo, e a Roxy se recusou deixar ele sozinho naquele estado. Megan implorou para Tom ir com ela, já que não estava muito bem com o Max, então ficou decidido o seguinte: Tom, Max, Megan e Nareesha em um carro, e eu, Nathan, Jay e Roxy no outro.


A pista estava calma, com poucos carros já que era inicio de semana. Enquanto Jay dormia nas pernas de Roxy e Nathan ouvia musica com seus fones, continuei dirigindo e batucado com os dedos quando começaram a buzinar.


Olhei para o Lado e Tom que estava no volante, ria e mostrava a Língua, enquanto Megan ria também. Nareesha estava se divertindo com aquilo e Max, bom, estava mexendo no Celular.


- Tom cara abaixa o som e volta pra pista!


- Qual é Siva? - ele gritou e riu enquanto tocava uma musica alta do Cobra Starship.


Quando um outro carro apareceu ao longe na mão contraria, ele reduziu a velocidade e voltou a ficar atrás do carro. Nunca dê a direção a um louco. Depois de passarmos o dia todo viajando, chegamos na praia Bournemouth em Dorset.


Paramos em frente a casa em que fiz questão de alugar, porque se fosse pelos meninos, dormiríamos na areia. Descemos dos carros e ela era perfeita. Jay pegou as chaves e abriu a porta, enquanto Max retirava as malas e colocava dentro da casa, subimos e dividimos os quartos.


Megan e Roxy ficaram juntas, impossível separar aquelas duas. Eu e a Nareesha ficamos no quarto de frente para o delas, ao lado ficou o quarto do Jay e do Nathan, e ao nosso lado o quarto do Max e do Tom. 
                                             Jay’s Pov


Eu e o Tom levamos as coisas pro quarto, mas nem arrumamos nada. Fomos para a sala e nos jogamos no sofá para assistir televisão, bem... até a Megan e a Roxy descerem as escadas prontas para irem pra praia. Eu e Tom nos entreolhamos e subimos correndo para trocarmos de roupa. Descemos as escadas e as garotas não estavam mais lá, fomos até a praia e elas estavam apenas de biquíni (Roxy: www.polyvore.com/cgi/set?id=65676681&.locale=pt-br Megan: http://www.polyvore.com/megans_clothes/set?id=65677833), deitada de costas na areia tomando banho de sol.


- Meu Deus, morri e não senti dor, porque olha que visão do paraíso. – Tom falou passando a mão na barba.


- Menos Parker. – comentou Roxy ainda deitada.


- Não tem como ficar calado diante de tanta beleza.


- E que beleza. - eu disse analisando o corpo da Megan e logo em seguida o da Roxy.


- Estamos bem hein Jay. - Tom me empurrou com os ombros e sorrimos.


- Perai que ta na hora de agir. - eu disse batendo no braço do Tom. Caminhei calmamente até a Roxy e a peguei no colo.


- JAY ME PÕE NO CHÃO!!!! - ela gritava desesperada.


- É....não. - eu disse rindo e caminhando até o mar.


- Você não vai fazer isso?!!


- Tarde de mais. - entrei com ela no colo, e logo mergulhei.


- Jay... eu vou te matar.


- Não seria capaz, você não teria outro amigo colorido.


- Haha besta.


- Me ama. - eu disse roubando um selinho dela.


- Só que não. - ela respondeu me dando outro selinho.


                                          Tom's Pov


- Já te falei que você esta linda com esse biquíni? - estava sentado ao lado de Megan, que ainda estava deitada na areia.


- Já, umas 11 vezes contando com essa. - ela sorriu.


- Não custa nada falar mais uma.


- Engraçadinho você Tom. - ela revirou os olhos.


- Sempre!! - eu disse tirando a camiseta.


- Fala do meu corpo mas esse tanque ai é show de bola. - ela apontou e sorri.


- Manter a forma pra você né?!


- Pra mim?


- Lógico, quer que eu fique gordinho?


- Não! Com esse tanquinho sexy ta bom demais.


- Então, continuarei mantendo assim. - Fiquei olhando para o Mar pensativo quando reparei que Megan se torcia para passar protetor nas costas


- Quer ajuda? – perguntei.


- Acho melhor porque não estou alcançando. - ela me passou o vidro e espalhei na mão. Comecei passando nas suas costas e espalhando pela extensão do corpo dela. Ela era muito gostosa e não deixava de olhar a sua bunda, estava fazendo massagem e passando protetor quando ouvi vozes em nossa direção, não me importei e continuei.


- Oi Tom e Meg. - Nareesha falou. Olhamos e vimos todos nos encarando, Max não tinha uma cara nada legal.


- O que é isso?


- Estou passando protetor nela não está vendo Max? - falei.


- Precisa disso?


- Claro! Não quero ficar ardida. - Meg se sentou e retirou o óculos.


- Vamos entrar? – pedi.


- Vamos. - ela concordou.


- Vai na frente vou guardar seu protetor. - sorri e o joguei na bolsa dela. Quando virei Max a estava olhando se afastando ao longe.


- Ela é linda! – falei.


- Linda que você esta pegando.


- Porque você foi idiota e falou besteira. - sai em direção a ela. Cheguei perto dela e a abracei pelas costas.


- Te empurro?


- Não Tom! - ela brigou e selei nossos lábios, a água bateu em nossos pés e ela deu vários saltinhos.


- Olha ali. - apontei e vimos Roxy e Jay quase se engolindo.


- No mar não pode! - ela gritou.


- Não vou mais querer entrar na água! - gritei fazendo os dois nos darem o dedo do meio.


- Vem! - puxei sua mão e ela me seguiu até entrarmos no mar.


                                          Nathan's Pov


Eu estava sentado na areia junto com o Max, apenas analisando o Jay e a Roxy se pegando, aqueles dois estavam quase se engolindo, se comendo. Max olhava para Tom e Megan que estavam brincando no mar. Avistamos duas garotas caminhando pela praia e rapidamente Max me chamou e foi até elas, seria uma boa conversar com elas, nada como causar um ciúmes na Roxy.


- Oi meninas. - Max falou e logo soubemos que eram nossas fãs, porque começaram a dar pequenos ataques.


- Vocês estão afim de ficar ali com a gente? - perguntei apontando para onde estávamos.


- Claro! ai meu deus Nathan Sykes e Max George! - a ruiva falou.


- Nomes? - Max perguntou.


- Ashley. - a loira falou me olhando.


- Cloe. - a ruiva sorriu para Max.


Nos sentamos na areia e ficamos conversando por um tempo, Roxy vinha correndo e Jay logo atrás, até que ele a agarrou por trás e eles caíram um sobre o outro e começaram a se beijar ao nosso lado.


- Ta bom Jay, chega. Preciso de água. - ela disse dando um selinho nele e o empurrando. Eles se sentaram e pegaram uma garrafa d'água, Roxy ignorou completamente a nossa presença.


- E ai Nathan não vai apresentar as garotas? - perguntou Jay abraçando a Roxy de lado.


- Ah desculpa, nem percebi vocês ai. Essa daqui é Ashley. - eu disse confortando a garota em meus braços.


- Oi Ashley! - Jay sorriu , mas Roxy não.


- Educação mandou lembranças a Roxy. - falei e ela me encarou.


- Olá! – ela respondeu meio seca.


- Oi galera! - Tom apareceu todo molhado junto com Megan que nos olhava confusa pelas garotas. Max logo sorriu por instinto ao ver a cara de confusão dela.


- Oi Tom, essas daqui são Ashley e Cloe. – apontei.


- Oi. - ele falou curto.


- Megan?


- Diz Sykes. - ela se sentou ao lado de Tom que apertava seu cabelo para escorrer a água.


- Não vai falar com as meninas?


- Oi meninas. - ela falou no mesmo tom de Roxy.


- E então Siva, aqui tem algum pub? - perguntou Roxy mudando de assunto.


- Tem sim! aqui perto tem um, da pra ir caminhando.


- E ai Jay, Cerveja...a noite...diversão...o que acha? - perguntou Roxy sorrindo.


- Vamos Tom? - Megan incentivou, fazendo um carinho nos seus cabelos.


- Só com uma condição. – disse Tom assustando a todos.


- Qual? – perguntei.


- Quero um beijo.


- Como assim cara? Nós não vamos te beijar. – Siva sorriu alto, fazendo todos gargalharem.


- De vocês não, da Megan.  


- Mas... Ok! – Megan se virou e Tom a puxou, beijando ela com vontade.


- Não é justo, também quero beijo. - disse Jay fazendo biquinho.


- Vai ficar querendo. - disse Roxy se virando de costas pra ele.


- Sem graça. - disse Jay mordendo o ombro da garota.


- AAAAA JAY, SEU PUTO.


Enquanto eu ficava olhando aqueles dois com brincadeirinhas, Max estava de olhos arregalados olhado para Tom e Megan ainda se pegando.


- Vamos? - perguntei incomodado com a situação para Siva, que 
balançou com a cabeça enquanto abraçava Nareesha.


- VAMOS EMBORA? - Max falou alto chamando a atenção de Megan e Tom.


- Vocês veem ou não? - perguntei a Jay que sorriu se levantando.


- Mas já? - Ashley fez bico. Ela era chata, mas se fosse para fazer ciúmes a Roxy, tinha que continuar com ela.


- Venham com a gente para o Pub! - Max deu a ideia e concordei, fazendo Roxy e Megan se olharem.


- Mais tarde nos encontramos lá - Cloe abraçou Max o que fez Meg suspirar.


- Te encontro lá gatinho! - Ashley piscou e me abraçou, e pelo que via Roxy quase pulou em seu pescoço.


- Jay me leva de cavalinho? - perguntou Roxy se levantando.


- Você não acha que ta folgada não?


- Nops!


- Sobe ai!


- Vamos apostar corrida? - perguntou Tom. - Meg sobe nas minhas costas.


                                         Megan’s Pov


- Ta perai te abaixa porque sou...baixinha. - todos começaram a rir por causa disso, não gosto que fiquem rindo da minha altura - NÃO VOU MAIS! - cruzei os braços.


- Vamos Meg! - Tom pediu com carinha de "Velhinho".


- Mas não fique rindo da minha altura.


- Ok!


Tentei subir mas não estava conseguindo. Olhei para Jay que ja estava com Roxy nas costas, Siva já tinha ido na frente com Nareesha e Nathan não conseguiria me levantar, sobrava....


- Max? - olhei para ele que encarava o mar, no mesmo instante ele olhou. - preciso de você.


Ele sorriu e veio até mim, quando ele me abraçou por trás para me levantar, meu coração acelerou, senti ele cheirando meu pescoço, até que agarrei nas costas de Tom. Olhei para Roxy confusa, ela me olhava cautelosa, como se pedisse para eu parar de fazer aquela cara para não dar bandeira.


- Preparados? - Jay perguntou.


- Sim! -Tom respondeu por mim que não estava pensando direito, olhei para Max que me fitava e Tom começou a correr. No mesmo instante comecei a rir porque eu estava prevendo Jay cair com Roxy.


- Vai Jay a gente tem que ganhar isso aquê! - gritou Roxy.


- Encosta neles Tom! - gritei e Tom se aproximou deles, comecei a jogar o pé em Roxy.


- Ah quer jogar sujo então? - perguntou Roxy soltando uma das mãos do pescoço do Jay, e começou a fazer cocegas no pescoço do Tom.


- PARA QUE ELE VAI CAIR! - Gritei rindo e empurrando Roxy de cima de Jay.


- Não me empurra! - ela gritou me empurrando de volta. - CORRE JAY!


-Vai cavalinho! - Gritei e Tom bufou. - Desculpa, Vai Tom!


- VAI POCOTÓ. - Roxy gritou para Tom que só fez mostrar a língua pra ela.


- PUXA OS CABELO DO JAY ROXY! É AS RÉDEAS - gritei pra ela.


- CALA A BOCA MEGAN! - Jay gritou bravo.


- CAVALO NÃO FALA! - sorri alto.


- Aha gracinha.


- Sou sim! - sorri. Chegamos na casa e os dois se atrapalharam na entrada, ou seja, ninguém ganhou.


- Tô morto! - Tom colocou as mãos nos joelhos cansado depois que pulei de suas costas.


- Qual é Tom nem correu direito. - comentou Roxy.


- Corri mais que o Jay!


- Nos seus sonhos. - Roxy disse se jogando no sofá.


- Nos seus meu amor! - falei me gabando.


- Chegou a convencida.


- Falou a sabe tudo.


- Sem brigas por favor. - disse Jay se sentando no colo da Roxy.


- Aguenta uma baleia dessas Roxy. - falei rindo de Jay.


- O Jay é um baby, não fale dele.


- Pensei que o Baby fosse o Nathan. - chamei a atenção de Nathan que estava na varanda.


- O Jay é meu baby, o Nathan...


- É meu - falei indo o abraçar, por mais que ele e Roxy não se entendam, eu tinha uma amizade especial com Nath.


- Fique a vontade.


- Carente bebê? - perguntei acariciando as bochechas dele.


- Pois é, certas pessoas não me quiseram.


- Ui, essa doeu. Não se preocupa eu te quero. – sorri.


- Vai me trocar? - perguntou Tom fazendo voz de choro.


- Não Tom. - sorri mandando beijo para ele. - Nathan ta meio sozinho.


- Ele tem a Roxy pros sexytimes.


- EEI! – gritou Roxy.


- Eita Roxy! – sorri.


- Meg não me deixa. - Tom fez cara de deprimido, comecei a sorrir e abracei mais o Nathan.


- Baby ta sozinho e carente já falei


- Manda ele ir com a Ashley. - Roxy fez voz de nojo e subiu.


- Roxy! - gritei mas ela desapareceu nas escadas - eita...


- Acho que alguém ficou com ciúmes. - cantarolou Tom.


- Cala a boca Tom! - gritei pra ele.


- Ninguém vai conversar com ela? - perguntou Max.


- Eu vou. - falei o encarando.


- Não, deixa que eu vou. - disse Nathan.


- Não quero você conversando com ela - Jay falou.


- Problema é seu. - disse Nathan subindo as escadas.


- Nathan! você vai causar confusão!...subiu já. - falei me jogando no sofá.


- Deixa eles se resolverem. - disse Tom se jogando em cima de mim.


- Tem mais sofás na casa Tom. - disse Max.


- Mas eu quero o que tem a Megan embaixo.


- Safado! – comentei.


- Ta carente também Max? - Jay perguntou.


- Talvez... - ele olhou para mim, desviei o olhar e me afundei nos braços de Tom.


- Não parecia lá na praia. - Tom falou.


- Não mesmo! - me levantei e fui para a cozinha, para onde estava Nareesha.


                                          Roxy’s Pov


Eu peguei o meu ipod e o meu fone de ouvido e me joguei na cama, estava tocando a musica Try da Pink. Fechei os olhos e me perdi em meus pensamentos. Senti a cama afundando um pouco, abri os olhos e vi o Nathan ali me encarando, me ajeitei na cama e fechei os olhos novamente, não queria arranjar uma briga, muito menos com o Nathan.


- O que você quer? - perguntei.


- Saber o que foi aquilo lá embaixo.


- Nada demais...


- Como nada demais?


- Como? Como tudo que acontece nessa merda, nada demais.


- Você deu aquele ataque e falou da Ashley e quer que eu acredite que não foi nada?


- Ah Nathan por favor né! Acha que to com ciúmes?


- Não sei...me diga você.


- Eu...eu...


- Vai dizer ou não?


- Dizer o que Nathan? Que to com ciúmes? Que não quero ver você com qualquer vadiazinha?


- Ta tendo o ataque outra vez.


- Culpa sua Sykes! Você faz isso.


- Eu? eu só estou aqui sendo legal.


- Esse ser legal seu é o problema.


- Meu problema?


- Eu sempre acabo falando coisa que não devia. Ou até mesmo fazendo.


- Mas...você não gosta?


- A questão não é gostar Nathan, a questão é que...


- Fala.


- O problema é que você faz eu me apaixonar por você, sendo que você só quer brincadeira, que você não quer nada sério.


- Brincadeira? Você acha o que? Que eu não fico com raiva quando beija o Jay? Ou quando ele te abraça sendo que eu queria te abraçar? Fica te fazendo mimos enquanto eu fico só olhado, até parece que você fala como se eu não tivesse nenhum sentimento por você


- Mas...mas você não tem, eu fico com o Jay por que ele é o único que consegue ver que eu fico triste com suas atitudes, que é meu amigo de verdade, a gente só fica juntos para apoiar um ao outro. Ele sabe que eu sinto algo por você mas mesmo assim continua ali me ajudando.


- Roxy, me ouve, eu não...eu não...


- Eu não o que Nathan? Fala logo o que você veio pra falar, eu não to afim de ficar me chateando atoa.


- Não quero que fique assim, me sinto péssimo em te ver assim, vou ter que dizer isso...eu gosto de você.


- Você ta me zoando? Por que se for zoação Nathan eu juro que...


- Não é, acredita em mim pelo menos dessa vez...


- Eu...eu não sei Nathan.


- Porque? Tem medo? Acha que vou fazer igual o Max?


- Tenho, eu já fui magoada uma vez por um cara como você e isso não me fez bem, eu não quero isso, não de novo.


- Acredita em mim, por favor!


- Não sei se devo Nathan, uma parte me diz que sim mas outra parte diz não confie, fará mal a você.


- Roxy, eu estou abrindo meu coração para você, se você não quiser... - ele se levantou.


- NÃO NATHAN!! Espera...


- Fala logo de uma vez...


- Eu...eu to apaixonada por você. - eu disse abaixando a cabeça meio envergonhada.


- Você esta?


- Sim, eu estou.


- Eu...eu não sei direito sobre os meus sentimentos, só sei que quero ficar ao seu lado.


- Ta vendo por que eu não queria falar nada.


- Eu não sei ainda, eu vou descobrir com o tempo, mas o que eu sinto por você me deixa forte o suficiente para me manter ao seu lado.


- Promete? Promete que você não fará nada pra me magoar, ou até mesmo me abandonar?
 
- Eu...eu prometo - eu sorri levemente com aquelas palavras. No mesmo instante o abracei e logo colei meus lábios aos de Nathan, o beijo foi profundo e a cada segundo sabia que eu estava apaixonada por ele.

Nenhum comentário:

Postar um comentário