sábado, 8 de dezembro de 2012

Capitulo 5



                                   Megan's Pov


Acordei com a claridade no meu rosto. Me levantei com minha cabeça doendo muito. Eu estava no meu quarto tentando lembrar da noite passada, mas só alguns detalhes me vinham a cabeça: Aposta entre os meninos, Max e Tom, Max ter ganhado e sua Proximidade me ter feito arrepiar, o prêmio e Nathan e Roxy bêbados. Senti algo vibrando na cama. Tateei pelo edredom até encontrar meu celular. Mensagem de Roxy. Como assim ela não estava no quarto ao lado? 


 "vamos almoçar fora? Não grita por favor, minha cabeça ta doendo muito"- Roxy


Levantei com preguiça. Sábado nunca era um bom dia para acordar de ressaca. Fiz minha higiene e finalmente sai do quarto. Abri a porta de Roxy e ela estava toda enrolada dos pés a cabeça na cama.


-Acorda preguiçosa - Puxei, com mais preguiça do que ela.  Sai do seu quarto e fui me vestir (http://www.polyvore.com/megans_clothes/set?id=65218457) esperei ela no meu quarto, quando terminou, ela apareceu na porta (http://www.polyvore.com/cgi/set?id=65220625&.locale=pt-br) e fomos para o restaurante mais próximo, ainda ressacadas.


                                      Roxy's Pov


Eu e a Megan chegamos ao restaurante e pedimos uma comida qualquer, eu estava tentando criar coragem para conta-la sobre o que tinha ocorrido na noite passada.


- Megan... preciso te contar uma coisa.


- Pode dizer. – falou enquanto comia.


- É que... eu e o Sykes... a gente...


- Fala logo Roxy.


- A gente transou ontem no banheiro. – eu disse rapidamente, fazendo ela se assustar.


- O QUE? COMO... COMO ASSIM?


- A gente estava indo até vocês, mas ai ele errou o caminho, e fomos parar no banheiro e como estávamos bêbados... acabou rolando ali mesmo.


- ROXY! VOCÊ SABE O ESTADO QUE ESTAVA... PERA, ESTOU EM CHOQUE.


- Foi um erro eu sei, mas agora não tem como voltar atrás.


- E você esta arrependida?


- Sim... não... não sei.


- Como assim não sabe? Você não tinha raiva dele?


- Eu tenho raiva dele, mas sei lá a noite de ontem foi tão... diferente.


- Eu sabia que vocês dois iam acabar se pegando, e olha que não durou um mês.


- Para Megan! Isso é sério, com que cara vou olhar pra ele agora? Nós estávamos bêbados, não sabíamos o que estávamos fazendo.


- Se não sabiam o que estavam fazendo, não tem o porquê da vergonha. Faz como a maioria das pessoas fazem, coloca a culpa na bebida, ou então encara ele de frente.


- Culpa na bebida ganhou. – eu disse rindo.


- Quero só ver no que isso vai dar.


- Isso não vai dar em nada.


- Ok! - Eu e a Megan ficamos discutindo sobre aquele assunto por mais algum tempo, até que o Jay me mandou uma sms.


“Festa hoje a noite. Boate, encontro vocês lá ;D.”


- Ta pronta pra mais bebidas? – perguntei mostrando a sms para Meg.


- Com certeza! E você esta pronta pra olhar nos olhos do Nathan?


- Com certeza não. – eu disse e logo começamos a rir.


Eu e a Meg terminamos de almoçar e fomos direto para o nosso apartamento, queríamos descansar um pouco depois da noite agitada de ontem.

xx


                                     Siva’s Pov


- JAAAAAY! – eu gritei descendo a escada, conseguia ouvir o riso dele na sala. – JAY! EU SEI QUE VOCÊ PEGOU MEU SHAMPOO!


- EU SEEV? CLARO QUE NÃO! – Jay ria muito sacana e escondia algo atrás das costas.


- ME DÁ SEU VIADINHO! – puxei o meu shampoo e subi correndo as escadas, tínhamos que nos arrumar para a boate logo mais. Quando eu cheguei no corredor, vi Nathan entrando no banheiro.  – NÃO, NÃO, NÃO! – corri, mas ele foi mais ligeiro e entrou logo. – Droga Nathan! Agora pra sair vai ser um século. – conseguia ouvir sua risada dentro do banheiro.


Voltei para o meu quarto e me joguei na cama, com a toalha nos ombros, ainda de vez em quando eu via Max passando pelo corredor, arrumado, eu diria.


- E esse perfume todo Maximillian? – Brinquei chamando sua atenção enquanto passava perto da porta.


- Não posso ficar cheiroso não?


- Desse jeito? Querendo matar alguém intoxicado ao seu lado?


- Ta forte assim? – ele disse começando a se cheirar.


- Claro que não to zoando careca. – eu disse sorrindo.


- HAHA garoto vou pegar um pano ali cheio de bolinhas pra você. – ele ameaçou.


- NEM FAÇA ISSO. ODEIO BOLINHAS. – gritei, fechando a porta do quarto com o pé.


Depois de quase cochilar pela demora do príncipe Nathan, ele saiu, chutando a porta do meu quarto para eu ir.


- Até que enfim. – me levantei e fui, mas quando cheguei na porta, Tom apareceu, entrando correndo no banheiro. – HEY! – gritei.


- To apertado! – ele disse batendo a porta na minha cara. É pelo visto seria uma longa noite.


                                        Tom’s Pov


Depois de eu ter usado o banheiro, fui para a sala para esperar a diva do Siva terminar de se arrumar, as vezes ele conseguia ser mais demorado que o baby Nathan. Depois que todos já estavam prontos fomos até o local da boate encontrar as garotas. Elas tinham ido antes já que certos garotos demoraram para se arrumar. Entramos na boate e avistamos elas, estavam maravilhosas. (Megan: http://www.polyvore.com/cgi/set?id=65227782&.locale=pt-br Roxy: http://www.polyvore.com/cgi/set?id=65223572&.locale=pt-br). 
Caminhamos os cinco até onde elas se encontravam, mas antes de chegarmos perto, nos olhamos, porque elas duas estavam conversando com dois rapazes.


- O que é aquilo? - Siva apontou para elas.


- Não esta vendo? elas conversando com dois rapazes - Nathan falou arrogante.


- Hum baby Nathan ta bravinho. - eu disse rindo.


- Porque elas estão conversando com eles? – perguntou Jay.


- Cara, vai lá se quer saber! Eu vou ficar aqui, até elas sentirem a nossa falta - Max falou se sentando em um dos Puffs da Boate, estranho. Nathan se sentou ao seu lado junto com os outros meninos. Como não sou de perder tempo e deixarem as gatas escaparem, caminhei até elas.


-Nossa! Vocês estão muito lindas - Falei chegando perto.


- Obrigada Tom. - respondeu Roxy rindo. - você também ta um gatinho.


- Que isso Tom, você tá um pecado! - Megan me olhou e riu.


- Quem são os amigos? - perguntei olhando para os dois caras parados com caras rotuladas de "pegadores da Balada".


- Ah estávamos aqui sozinhas, e eles vieram fazer companhia pra gente! Esses são Jackson e August.


- Prazer! - Apertei as mãos de cada um meio desconfiado - olha, os meninos estão ali - apontei para eles que estavam olhando e no momento que eu apontei, viraram os rostos.


- Vamos Lá Roxy?  - Megan que estava visivelmente... como dizer, bem avantajada com aquela roupa, insistiu para sair de perto dos gaviões.


- Vamos né! - ela disse sorrindo meio torto para Megan.


- Ok meninos, foi um prazer, tchau! - falei rindo e abraçando as duas pelos ombros, indo em direção aos garotos.


                                     Max's Pov


Vimos Tom se aproximar com as garotas. Elas estavam realmente muito lindas, e não consegui deixar de olhar o corpo bem definido de Megan naquele vestido.


- Nossa mano que gatas! – disse Siva.


- Onde a Roxy estava escondendo esse corpo? – perguntou Jay.


- Só os dois patetas mesmo! - Nathan bufou ao meu lado.


- Eu...é - não sabia o que falar.


- Não falei que eu conseguia trazer elas! - Tom deu o seu sorriso maníaco e abraçou as duas, demorando mais em Megan, o que eu não gostei tanto assim, fiquei só um pouco incomodado.


- Huuuuum! Jay você ta um pedaço de mal caminho. - disse Roxy rindo. Senti alfinetada no ar. Olhei para Roxy que apenas ria da situação e olhava James.


- Posso sentir seu cheiro? - Jay se levantou e agarrou Roxy, fungando em seu pescoço – Adorei - ele disse mordendo o lábio inferior. Nathan bufava do meu lado impaciente com cada troca de palavras daqueles dois, até que se levantou e saiu pisando fundo.


- Cuidado! - falei para ele que nem se virou.


Nos sentamos em uma das poucas mesas da boate. Tom estava todo cheio de papinhos para cima da Megan. Eu estava sentada de frente para eles dois, dava para ouvir o que o Tom falava no ouvido dela que só fazia sorrir.


- Se você soubesse o quanto ta me deixando louco hoje - ouvi ele dizendo para ela. Tomei um gole da minha cerveja observando eles. Siva já tinha arranjado alguém e dançava perdido na boate, quando Jay e Roxy se levantaram.


- Vamos Dançar. - Jay falou puxando Roxy pela cintura e beijando seu pescoço.


- Só por favor usem um quarto – comentei. Que ótimo. Ia ficar de vela com aqueles dois ali.


- Tenho que ir no Banheiro...você sabe não é Max? - Tom falou me metendo na conversa. Sei, ele ia fumar.


-Ok. - respondi bebendo outra vez. Ficamos só eu e Megan ali. Enquanto bebia minha cerveja, ela olhava a decoração da mesa. Dei um sorriso de lado por vê-la tão boba daquele jeito.


- O que você tem? - perguntei. Ela finalmente olhou para mim


- Eu? Nada - sorriu. Começou uma musica bastante animada. Se tinha que fazer isso, tinha que ser agora. Me levantei e toquei em seu braço.


- Vem! -puxei ela que se levantou sem muito esforço.


Começamos a dançar no meio da pista, até que a musica acabou e uma lenta começou novamente. Olhei para os lados e suspirei, a puxando e segurando em sua cintura.


- Assustada? - perguntei a encarando, vendo que estava espantada com tal reação.


- Um pouco. - sorriu.


- Não precisa.


- Porque?


- Porque eu não faço mal - sorri para ela. Nos movíamos conforme a musica. De repente ela sorriu


- O que foi? – perguntei.


- Te devo algo.


- Verdade, ia cobrar agora.


- ia?


- Uhum. - puxei o seu corpo de modo a colar no meu - posso cobrar o meu prêmio? - perguntei já bem próximo, agarrado a sua cintura.


- Pode - sorriu.


Selei nossos lábios por fim. Algo que eu queria desde o dia que a vi, nossos movimentos eram simples mas sincronizados. Não me importei com as pessoas ao redor, depois de algum tempo, nos separamos e ela abaixou os olhos, envergonhada. Sorri e continuamos ali, dançando.


                                           Roxy’s Pov


Eu e o Jay estávamos dançando juntos, e devo admitir que estava muito divertido ficar ali com ele.

- Jay eu to com sede. Vou pegar algo pra beber.


- Vai lá linda. - ele disse me dando um selinho. Fui até o bar, e pedi um pouco de tequila.


- Tem certeza que vai beber? - perguntou Nathan que estava sentado em um dos bancos.


- Cla...claro. - eu disse meio nervosa.


- Do que você se lembra da noite de ontem? - ele me perguntou e eu rapidamente congelei.


- O suficiente pra saber que foi um erro. - eu disse virando meu copo.


- Haha, vai dizer que não foi bom Roxy?!


- Desculpa Sykes, mas eu tenho que ir o Jay ta me esperando. - coloquei meu copo no balcão e me virei, mas logo senti duas mãos me empurrando para um canto dali. Me virei confusa e as íris verdes de Nathan estavam pousadas em mim. Ele encostou seus lábios nos meus e puxou o meu inferior. Sua respiração estava acelerada, então me soltou e rapidamente voltou para a multidão que dançava.


Voltei para o Jay que já estava com outro copo de cerveja na mão, e completamente louco, era até uma cena engraçada de se ver. Começamos a dançar juntos novamente e o Nathan logo apareceu ao nosso lado acompanhado de uma garota, enquanto dançávamos, parecia que Nathan se aproximava de nós cada vez mais.


- Jay eu vou procurar a Megan, preciso falar com ela. - eu disse me soltando de seus braços e indo procura-la


Me deparei com ela e Max, dançando juntos, os dois estavam perto demais um do outro para apenas uma dança.


- BEIJA LOGO! - eu gritei para os dois que rapidamente me olharam.


- Vai pegar o Jay, vai. - respondeu Max rindo.


Eu deixei os dois pombinhos em paz e fui para a mesa, me sentei em uma das cadeiras que tinha ali e fiquei bebendo um pouco. Até que avistei o Nathan e o Jay vindo. Se eu não fosse até o Jay naquele momento, tenho certeza que o Nathan tentaria alguma coisa, e isso era o que eu menos queria.


Me levantei, e aproveitando que o Nathan veria tudo, fui até o Jay e rapidamente eu passei a mão por trás de seu pescoço e selei nossos lábios. Soltei Jay que riu com isso.


- Nossa Roxy. – ele falou me abraçando. Olhei para Nathan que logo virou a cara e saiu atrás da menina que estava com ele.


- Faça bom proveito. – falei baixo.


                                      Nathan's Pov


Eu não aguentava mais ver aqueles dois juntos, então sai de perto deles. Eu simplesmente não conseguia entender o por que disso, o porque de eu estar me sentindo assim. E o que me deixa com mais raiva, é que eu tinha puxado a Roxy para provoca-la, mas eu acabei sentindo algo com aquilo. Caminhei até a mesa onde Tom parecia procurar alguém.


- O que foi? – perguntei.


- Megan?


- Ta com Max. – falei e ele fez cara de nada.


Me sentei e peguei uma cerveja que tinha em cima da mesa e comecei a tomar. O que me levou a fazer aquilo com Roxy? Ela era tão absurdamente chata e mandona, mas isso mexia comigo de uma forma.


- Desistiu da garota? - perguntou Tom me tirando de meus pensamentos.


- Aan? Que garota?


- A loira que você estava dançando Sykes.


- AH...não sei onde ela esta.


- E porque você esta olhando para Roxy e Jay dançando?


- To tentando entender, qual é o lance dela com o Jay.


- Não ta vendo cara? Eles estão se pegando.


- Quero sabe se vão levar isso adiante.


- Porque? Já ta de olho na Roxy, Sykes?


- TA LOUCO PARKER?


- Pelo jeito que você ta falando ai, acho que sim né?


- Não é que envolvimento entre a banda é complicado. - eu disse tentando mudar a ideia dele.


- Hmm sei. E você sabe me dizer o que Megan e Max tem?


- Eu não sei Tom, mas eu vi os dois se beijando.


- Como assim cara? Eles dois se beijando? Não era da aposta de ontem?


- Que? Aposta? Eu não lembro eu fui pro banheiro com a... deixa quieto.


- Continua que ai tem historia.


- Você não vai desistir até eu te contar né?


- Isso! - ele apontou para mim vitorioso.


- Se alguém ficar sabendo dessa história Parker, eu arrebento sua cara.


- Ai que medo da biba! Prometo que eu fico calado.


- Idiota. - eu disse revirando os olhos. - ontem eu e a Roxy fomos pro banheiro.


- E...? vocês estavam bêbados?


- E a gente transou lá. Claro que estávamos bêbados Tom.


- CARACA DUDE VOCÊ TRANSOU COM A ROXY E AGORA ELA TA SE PEGANDO COM O JAY! - ele gritou e rapidamente algumas pessoas olharam para nós.


- CALA A BOCA TOM. - eu gritei. - Não se fala essas coisas alto idiota.


- Desculpa cara, mas tipo que isso foi Master! Mano você Transou com a Roxy e ela tipo não ta nem ai pra você porque ela estava bêbada.


- O problema é esse, eu acho que ela não quer admitir nada.


-Cara mais ela ta com o Jay, admitir pra que? Quer que ela saia gritando que ela fez sexo com você?


- Tom você é um lerdo mesmo.  Eu digo admitir que quer algo comigo. Por que a gente meio que se odeia.


- Enfim, se você sente algo por ela vai lá e fala, não fica ai parecendo uma mosca morta enquanto o Jay pega ela.


- Eu não sei se quero algo.


- Então senta e chupa o dedo - ele se levantou, indo até o Bar me deixando sozinho. Observei os Jay e Roxy se aproximarem da mesa


- Cansamos. - Jay sorriu e Roxy sequer olhou no meu rosto.


- Volto já. - ela deu um beijo na cabeça de Jay e saiu para os lados dos banheiros. Porque sempre Banheiros?


- Jay irmão, vou ver uma gata ali perto do Bar – sorri.


- Vai lá garanhão - ele falou e eu sai em direção ao bar. Enquanto passava perto da entrada, vi Roxy no corredor que levava aos banheiros. ela se olhava no espelho ajeitando os cabelos. De impulso comecei a caminhar até o local.


- Oi. - falei olhando para ela pelo espelho.


- Na...Nathan, er... oi. - ela disse sorrindo.


- Se assustou? - perguntei, com ela ainda de costas para mim, me olhando pelo espelho.


- Um pouco.


- Porque? Eu por acaso...te assusto desse jeito? - Toquei em seu braço.


- Não! é que...


- é que? - finalmente a virei e a encostei na parede. sua respiração estava tão alterada quanto a minha. A olhei no fundos dos olhos.


- Na...não sei.


- Perdeu a fala? - cheguei mais perto do seu rosto - deixa eu te ajudar - a beijei com toda a intensidade que eu pude obter no momento e logo ele foi correspondido, pois ela segurou meus cabelos me puxado mais para si. Depois de minutos nos beijando, nos separamos para Tomar folego


- Você não devia ter feito isso - ela falou, mais ainda segurando em meu pescoço.


- Você não me proibiu de nada - falei chegando perto outra vez para beija-la, mas ela se soltou de meus braços.


- Acho que... - falou e saiu em direção à mesa. Fiquei parado olhando ela voltando para o lado de Jay. Quando olhei para o Lado vi Siva nos fitando.


- O que foi isso Nathan? eu não estou entendendo nada - perguntou se aproximando.


- Esquece Siva – eu disse saindo em direção ao bar.


                                      Megan's Pov


 Ainda estava dançando com Max quando vi Tom nos olhando do Bar. Abaixei a cabeça e fiquei seria. O que será que esta acontecendo? Olhei para Max que sorria para mim. O que será que eu estava sentindo? Era tão estranho aquilo.


- Max, vou para a mesa - me soltei de seus braços e caminhei ate ela sentindo Max vir atrás.


Acho que ter beijado Max foi algo que eu não podia ter feito. Ter beijado Tom também foi um erro. Porque eu ando sempre errando? Me sentei na mesa e chamei Roxy para sentar ao meu lado.


- Roxy, posso falar com você?


- Claro! – ela respondeu e comecei a conversar baixo com ela.


- Roxy, eu beijei o Max.


- Sabia que vocês dois iam se pegar.


- Mas eu to meio mal sabe, porque eu fiquei com o Tom...


- Qual você gosta?


- O que? Eu?


- Não minha vó. Lógico que é você.


- Eu não sei o que eu sinto ainda...o Tom foi só uns pega, mas o Max, ele tipo desperta algo em mim, sei lá.


- Conversa com o Tom, igual eu fiz com o Jay.


- Tu falou o que pro Jay?


- Como ele não quer nada sério, e a gente não sente nada um pelo outro, a gente resolveu ser amigos e ficar as vezes. Tudo ideia dele.


- E o Nathan?


- O Nathan... eu não sei, não tenho certeza do que sinto por ele. E também tudo o que ele quer é se divertir e me provocar, babaca.


- Tenho medo disso. De eu gostar do Max mas a única coisa que ele querer comigo é só se divertir. Com o Tom é só zoeira, mas eu estou começando a sentir algo um pouco forte pelo Max - falei abaixando a cabeça quando olhei para ele, que no mesmo instante me olhou e riu.


- Estamos no mesmo barco então Meg. - ela disse olhando para o Nathan.


-Vamos para casa? - pedi um pouco cansada.


- Vamos, já deu a hora. Nos levantamos e os meninos nos olharam.


- Vão aonde? - Max perguntou.


- Embora.


- Mais ainda ta cedo. - ele se levantou junto com os outros meninos.


- Já tivemos muito pra uma noite só. - Roxy respondeu encarando Nathan.


- Vamos Roxy? - chamei ela caminhando. Já para a porta.


- Vocês tão de TPM? - Siva perguntou.


- Não meu amor, só estamos cansadas. - falei o abraçando


- Eu deixo vocês - Max falou retirando a chave do carro do bolso.


 - Não precisa. Vamos para casa de Taxi – falei.


- Tem certeza? – perguntou Nathan


- Sim baby – respondi puxando sua bochecha.


- Tchau Megan. - Max me abraçou e retribui.


- Tchau Linda. - Tom me abraçou e beijou meu rosto.


- Não vai se despedir Roxy? – perguntei.


- Tenho outra escolha?


- Não - falei e ela saiu abraçado todos, mas quase não querendo tocar em Nathan, mas ele a puxou e a abraçou forte, fazendo Tom olhar para ele de uma forma digamos...interessante


- Tchau Jay - ela beijou o rosto dele.


Saímos até a porta da Boate e logo pegamos um Taxi de volta ao apartamento, deixando os cinco rapazes nos olhando na porta, mas precisamente olhava para Max e Roxy, Nathan.

Um comentário:

  1. omg, PFVR publica outro capitulo logo, ta mto legal, quero Noxy or Rathan!!! haha, mas sério o modo como vcs descrevem as cenas é mto bom,as atitudes dos personagens o jeito de falar.. a sei lá, só sei q adorei!!! @catchmetw

    ResponderExcluir