quinta-feira, 13 de dezembro de 2012

Capitulo 10



                                       Megan's Pov

Cheguei na cozinha e Nareesha preparava algo, que pelo cheiro era delicioso, me sentei na bancada e a fiquei olhando.

- O que cozinha? - perguntei e ela se espantou, fazendo a colher cair de sua mão.

- Ai Meg, que susto!

- Calma, sei que sou feia, mas não precisa disso tudo.

- Besta! - ela jogou o pano em mim , mas desviei.

- Então, me fala o que ta fazendo?

- Macarronada

- Ui adoro isso. - falei sorrindo.

- Então Meg, como conheceu os meninos? - ela perguntou se encostando na bancada.

- Através da Roxy. Ela fez o teste para baterista e conseguiu a vaga, ai eles foram sair e ela me convidou, daí até hoje. - sorri pegando uma maça do cesto de frutas.

- E você toca também?

- Não! Não sei tocar nada...bom uma tecla do Piano eu sei, mas eu danço

- Dança?

- Sou Bailarina na escola Royal Academy of Dance

- Sério? Que legal!

- É, a dança e a musica são dois caminhos ótimos para a vida. - Mordi a maçã e ela se virou e começou a mexer na panela. Depois ela voltou e ficou bem perto de mim e começou a cochichar.

- Vem cá...e essa história entre Nathan, Roxy e Jay?

- Isso dai é de algum tempo. Nathan e Roxy vivem brigando mas já se pegaram mais de duas vezes, já ela encontra no Jay uma amizade que além de não deixa-la sozinha, a protege. Nathan e Roxy se gostam mas não se assumem. - falei no mesmo Tom baixo e sorri

- O mesmo que há com você e Tom?

- Isso, digamos que Tom é o meu porto seguro para eu escapar da solidão, assim como eu sou pra ele.

- Mas você gosta do Max não é? - ela sorriu e como eu mordia a maçã na hora, me engasguei.

- C-como você...

- A troca de olhares entre vocês dois não disfarça nada

- Ele não me quer

- Como assim Megan?

- Ele me seduziu. Sabia que eu gostava dele e me seduziu com aquele jeito gostoso, forte, charmoso, lindo, perfeito, sedutor...

- Volta pra Terra Meg.

- Enfim, eu cedi a ele mas depois ele veio com historia que era só para pedir desculpas...é uma longa história.

- Hm sei - No mesmo Instante, Siva e Max entram na cozinha conversando, nossos olhares se cruzaram mas logo desviei, o que fez Nareesha sorrir.

- O que foi Morena? - Siva a abraçou.

- Nada não amor.

- Vou saindo porque deu a minha hora por aqui - sai da cozinha antes que Max viesse falar comigo. Encontrei Tom largado no sofá, mudando o canal, me joguei ao seu lado que me abraçou.

- Vou me arrumar para irmos ao Pub. – falei.

- Devíamos ficar, temos algo muito mais importante a fazer. - sorriu maligno.

- Tom! Eu quero ir! Tchau! - me levantei e subi as escadas. Caminhei até o quarto e quando eu abri a porta vi a cena : Roxy e Nathan se beijando docemente, não sabia se atrapalhava ou saia, então fiquei estática e parada com  o choque, só olhando.

                                     Nathan's Pov

Eu a Roxy encerramos nosso beijo e eu fiquei olhando para ela, bem até percebermos que a Megan estava na porta nos olhando.

- Megan?? - perguntou Roxy assustada.

- Podem continuar, não se incomodem com a minha presença. - ela disse rindo.

- É...é que...eu...eu e a Roxy...

- Não precisa explicar baby, fica tranquilo.

- Então eu vou indo nessa me arrumar. Tchau Meg, Tchau Roxy. - eu disse indo até ela, depositando um beijo em seus lábios.

Sai do quarto e pude ouvir as risadinhas de Megan, entrei no meu que era ao lado, e dei de cara com o Jay sentado, acho que ele estava me esperando, por que quando eu entrei ele se levantou.

- Nathan, quais são as suas intenções com a Roxy?

- Co..como assim Jay?

- Você entendeu, o que você quer com ela?

- Eu não sei bem ao certo.

- Olha Nathan, se você gosta dela, acho melhor falar logo. Por que assim eu paro de ficar com ela, e vocês dois podem ficar juntos a vontade.

- Eu gosto dela. Mas não fala nada pra ninguém ta bom?

- Só não a machuque ok?

- Pode deixar.

Peguei minha toalha e fui para o banheiro, nada como um banho para relaxar e esfriar as ideias. Sai, me troquei e fui para a sala, todos os meninos já estavam lá em baixo, só faltava as garotas.

- As Gatas da festa chegaram! - Megan gritou descendo as escadas junto com Roxy e Nareesha.

- Podem babar. - comentou Roxy, fazendo eu desviar a minha atenção para ela (http://www.polyvore.com/cgi/set?id=65743282&.locale=pt-br), estava realmente linda. Siva que estava sentado, se levantou e caminhou até Nareesha para abraça-la.

- Megan se você quiser parar de me matar, eu aceito. - comentou Tom fazendo todos rirem.

- Você esta linda! - disse Max analisando a garota (http://www.polyvore.com/megans_clothes_10/set?id=65760348).

- Você também esta linda Roxy. - disse Jay indo abraça-la, percebi a cara de confusa dela, provavelmente se perguntando por que ele não a beijou, ou coisa do tipo.

Nos dividimos nos carros novamente, mas dessa vez Siva se recusou deixar Nareesha sozinha, então a divisão ficou a seguinte: Tom dirigindo, Megan no assento ao lado e eu e Roxy no de trás. Enquanto no outro carro, Jay dirigia, Max ia ao seu lado e Nareesha e Siva atrás.

Chegamos ao local, e só faltamos matar o Siva, ao invés de um pub fomos em uma das melhores baladas da cidade. Entramos com muita dificuldade já que o lugar estava cheio. Tom e Megan foram direto pegar as bebidas, enquanto a gente tentava achar um lugar para ficar.

Achamos uns sofás um pouco mais escondidos, resolvemos ficar ali mesmo, já que era confortável e reservado. Logo Tom chegou com alguns copos com vodca e outros com tequila. Virei um dos copos e todos olharam assustados pra mim.

- Vamos dançar? - estendi a mão para Roxy.

- Er... vamos. - ela sorriu, e todos ficaram meio confusos e olhando para Jay.  Chegamos no meio da pista de dança e ela me olhou meio confusa.

- O que foi? - perguntei.

- Você esta bem? Sei lá pensei que nunca fosse fazer isso em publico. - ela riu.

- Relaxa... vamos curtir a noite. - depois de alguns minutos, colei nossos corpos nos mexiamos de acordo com a musica.

- Nathan? - perguntou uma garota atrapalhando nós dois.

- Ah...oi ashley.

- Vamos dançar?

- É que agora eu to dançando com a Roxy.

- Er... se você quiser ir, não tem problema Nathan. - ela comentou abaixando a cabeça.

- Ai Nathan, não tem problema. - ela disse tentando puxar o meu braço.

- Mas pra mim tem, eu to dançando com ela. Por que não tenta achar o Jay, ou o Max? - rapidamente ela saiu de perto de nós dois, pude ver um sorriso estampado no rosto da Roxy.

                                         Megan’s Pov

Estava sentada na mesa quando Tom disse que ia no banheiro, Nareesha e Siva já estavam aproveitando a festa e Max tinha saído para dançar com aquela Biscate da praia, Jay havia sumido e Roxy e Nathan dançavam na pista.

Minutos depois vi Tom se agarrando com uma loira perto do Bar, comecei a rir pelo modo que faltavam se engolir. Nossa amizade era bastante aberta que só ficávamos quando um estava carente do outro, peguei minha cerveja e comecei a tomá-la. Legal! Sozinha em uma balada, era essa a minha expectativa da viagem.

- Com licença. - um rapaz alto, cabelos pretos e olhos azuis parou em frente a mesa, sorri para ele.

- Oi.

- Vejo que está sozinha, que seus amigos foram dançar e você ficou só, posso te chamar para dançar? - ele sorriu.

- Claro! - me levantei ajeitando o meu vestido, passei ao Lado de Max que dançava com Cloe. Fiz questão de olhar enquanto passava de mãos dadas com o rapaz, ele lançou um olhar de reprovação e sorri.  Enquanto dançava ao som de 1Nite do Cobra Starship, não percebi que Max já estava ao nosso lado dançando com Cloe, dançando não, porque ele não parava de olhar e a menina já me fuzilava com ódio. Comecei a rir e dançava mais ainda.

- Max! se não quer dançar, avisa! - a menina falou.

- Não quero! - ele disse assim que a musica acabou, dando para ouvir. A menina se virou e saiu com raiva para fora da pista.

- Vou pegar uma bebida, já volto. - o rapaz que nem sei o nome saiu, logo em seguida começou a tocar Tonight do meu divo Enrique Iglesias (http://www.youtube.com/watch?v=Jx2yQejrrUE), sorri e comecei a rebolar no começo da musica, até que alguém me abraçou por trás. Me virei e meus olhos pousaram nos de Max, nossos rostos estavam a centímetros do outro, fiquei perdida em seus olhos por minutos até que a batida da musica me levou a dançar, com o corpo colado ao dele. A cada frase da musica que dizia : That tonight I'm loving you. Oh you know - Essa noite eu estou te amando. Oh, você sabe - ele sorria fazendo seus olhos sumirem com as ruguinhas no rosto.

Essa musica do Enrique falava tudo que ele tentava expressar para mim por aquela dança, dançávamos colados, sem se importar com o ritmo da musica, o que importava era esta ali, com ele. Ele segurou em minha cintura e me puxou mais para ele, limitando o nosso espaço. Olhei por cima do seu ombro e vi Roxy com Nathan nos encarando e rindo, sacudi a cabeça em negação, mas eles fizeram sinal que sim.

Continuei dançando sem me importar, sendo segurada por seus fortes braços. O olhei outra vez e ficamos nos encarando, até que seus lábios estavam próximos e nos beijamos, não foi um beijo normal, foi cheio de desejo e poder. O que tornava a noite ainda mais especial era a musica que ainda tocava, separei o beijo e o olhei.

- Desculpa pelo que eu falei naquele dia, não queria me expressar daquele jeito.

- Max...

- Por favor, cansei de ver você e o Tom juntos ou com outro cara. Cansei desse joguinho de sedução sendo que desde o primeiro dia que te vi você já me seduziu.

- Mas você naquele dia...

- Esquece aquele dia...agora só vai ser você e eu daqui pra frente...porque esta noite eu estou te amando. - ele falou bem na hora dessa frase na musica. Sorri e voltei a beija-lo, se para continuar tinha que esquecer o passado, que assim seja feito.

                                  Max's Pov

- Vamos sair daqui. - falei no ouvido de Megan que logo assentiu, saímos fora da boate e pegamos um taxi para casa. Descemos do taxi na frente da casa de praia e a abracei, a beijando e fazendo carinhos enquanto entravamos na casa.

- Max para! - ela ria e eu continuava distribuindo beijos pelo seu pescoço, entramos na casa abraçados. Quando íamos subir para o quarto, ouvimos barulhos no segundo andar. - Max...

- Sim eu estou ouvindo. - falei olhando para o Teto, eram gemidos altos e barulhos de algo sendo derrubado. Ficamos no pé da escada só ouvindo aquilo quando a porta se abriu.

- Para de tentar tirar a minha roupa Nathan!

Roxy entrou na casa sendo beijada por Nathan. Eles pararam quando perceberam nossa presença, que nem nos importamos com eles.

- Er...o que vocês estão fazendo aqui? - Nathan perguntou.

- Tínhamos os mesmos planos que vocês. - falei olhando para Megan que ficou vermelha de vergonha.

- E porque pararam? – Roxy ajeitou seu vestido.

- Não ta ouvindo isso? - Megan apontou para o segundo andar onde os gemidos não tinham cessado.

- Oh God! Quem ta com fogo?

- Só falta 4 pessoas nessa casa, Jay, Siva, Nareesha e Tom

- Siva e Nareesha estavam lá ainda, o Jay estava dançando então só nos resta...

- TOM! - todos falamos juntos.

- Então interrompemos ou deixa essa gritaria toda incomodar os vizinhos? - falei rindo imaginando a cena.

- Não gosto disso! - Megan cruzou os braços o que fez eu a olha-la.

- O que Megan? – perguntei.

- To brincando! - ela sorriu e me deu um selinho.

- Que fofo o casal! – comentou Roxy.

- Cala a boca Roxy! - Meg mostrou o dedo.

- Nops! É a verdade.

- Verdade, Você vai ver 5 dedos na tua cara se começar a zoar!

- Nathan me proteja. - ela disse correndo para trás dele.

- Eu dou nele também! - Megan sorriu fingindo ir bater neles, a segurei e prendi junto ao meu corpo.

- Hum, Max nas pegadas. - Nathan riu.

- Vai começar Baby? – perguntei.

- Estamos sofrendo Bullying Max! - Megan sorriu.

- Ninguém mandou ficarem com essas safadezas. - respondeu Roxy.

- Olha quem Fala! Vem se agarrando com o Nathan, quase tirando o vestido no meio da rua! - Meg apontou para ela.

- Shiu! Shiu! Eu não tava tirando meu vestido.

- Não! Que isso! Era eu que vinha com o vestido já na cintura!

- Eu não tava tirando! Quem tava era o Nathan.

- Ta ai! Se denunciando! Ainda acobertando o safado! - Meg riu. – depois os safados somos nós! - ela me abraçou.

- Acho que a gente perdeu Nathan... - disse Roxy abraçando ele.

- Chupa Baby! - falei sorrindo.

- Olha as palavras obscenas. - gritou Roxy.

- Não foi obsceno! - gritei de volta.

- Enquanto conversamos aqui, rola um maior Sexytime lá em cima. 

- Meg falou e mordeu os lábios de uma forma que me deixou quase insano, talvez tenha sido sem querer, mas foi muito sexy.

- Tenho dó de você Max! - comentou Roxy.

- De mim? Porque? - perguntei confuso

- Esqueceu que dorme no mesmo quarto que o Tom?

- Verdade, lascou! - cocei a cabeça.

- Pode dormir comigo...se quiser. - Meg sorriu de uma forma linda.

- E eu? - perguntou Roxy

- Ele pode dormir na MINHA CAMA!

- Huuuum sinto cheiro de sexytime, não quero ouvir gemidos a noite.

- Dorme no quarto do Nathan e Jay, afinal tenho quase certeza que Jay não volta hoje, assim pode fazer suas brincadeirinhas de bonecas com Nathan. – falei.

- Ele não quer.

- Nathan? Você não quer brincar de bonecas? - Meg zoou com ele.

- De bonecas não, quero outra coisa. - ele disse mordendo o pescoço da Roxy.

- Ui o Nathan ta potente hoje! – falei.

- Hoje não, sempre!

- Jura que eu acredito.

- Vamos continuar ouvindo esse sexytime mesmo? - perguntou Roxy indo até o sofá.

- Pelo visto sim! - Meg se jogou ao seu lado.

- Vocês tem certeza que não querem que eu pare com isso? já deu né?! – perguntei.

- Deixa o Tom se divertir, faz tempo que ele não faz isso.

- Mas faz horas já cara!

- Idai, vai falar que você gostaria de ser interrompido se tivesse no climax com a Meg? - perguntou Nathan despreocupado.

- Não...não sei...acho que não...olha o assunto que o Baby vem falar. - respondi sem graça.

- Ué, é a verdade.

- Sei...

- Só sei que eu vou ficar sentado no sofá com a minha louquinha que eu ganho mais.

- E nós Max? - Megan fez bico.

- Fico com você aonde você quiser. - falei a puxando do sofá e a beijando.

- Nathan? - perguntou Roxy.

- Eu também te agarro aonde quiser - ouvi os estalos de Nathan beijando Roxy.

- Ta agora chega, porque depois do Tom estragar a nossa noite, preciso de um sorvete bem gelado! - falei pegando a chave do carro que Tom tinha vindo. - quem Topa?

- Eu! - Meg levantou a mão e pulou igual uma criança, a abracei.

- Vamos Sykes? - perguntou Roxy se levantando.

- Eu topo, já que só um banho, digo, um sorvete gelado vai diminuir isso.

- Então vamos. - Roxy riu e puxou ele do sofá.
Entramos no carro e fomos rodar a cidade atrás de uma Sorveteria naquela hora.

                                        Roxy’s Pov

Fomos encontrar uma sorveteria em um canto um pouco mais afastado da cidade, por incrível que pareça. Max estacionou o carro e entramos, ainda tinha algumas pessoas lá, pelo visto era um ótimo lugar, confortável e tranquilo.

- Ta legal, o que vão querer? - perguntei.

- Quero chocolate! Sou Chocolover Forever! - gritou Megan, fazendo todos rirem.

- Chocólatra. - Max comentou.

- Me deixa ser feliz.

- Eu quero um milk-shake de ovomaltine mesmo, o de sempre.

- Pra mim pode pedir o mesmo Roxy. - pediu Nathan.

- Eu quero um de Morango.

Fizemos o nossos pedidos e continuamos conversando e zoando por mais uns segundos. Até que nossos milk-shakes chegaram. Começamos a tomar e Megan sem querer se sujou com Milk-shake do lado da sua boca.

- Espera! Eu limpo. - Max tirou a mão dela do meio e passou a língua no local, depois desviando para a boca dela.

- Era para esfriar a situação gente, por favor, estamos em um lugar publico.

- Aff cara! Até esquentou aqui com isso. - Nathan falou tomando seu Milk-shake.

- Tira a jaqueta então. - comentei mordendo o lábio inferior.

- WOW! daqui a pouco estamos fazendo coisas indevidas pelo jeito que a conversa ta indo - Max sorriu.

- Se não estivéssemos em uma sorveteria... talvez. - comentei fazendo todos olharem pra mim.

- GOD! Roxy, juntos não! - Megan fez cara de nojo.

- Ai não Megan, por favor, não seja louca. Isso seria terrível.

- Só falei o que eu entendi. - ela sorriu.

- Você entendeu tudo errado, eu estaria fazendo coisas indevidas com o Nathan, bem longe de vocês.

- Ah sim.

- Vocês são loucas. - comentou Nathan e Max assentiu.

- Não somos loucas, temos só um toque especial. - Megan falou.

- Só que não!

- Calado Nathan!! - eu disse me levantando. Percebi a cara de confusão de todo mundo e logo falei. - vou tomar um ar.

- Ta brava? - perguntou Nathan.

- Não baby, só quero respirar um pouco, momento zen.

Sai da sorveteria e me sentei no capo do carro, eu tinha costume de fazer isso a noite, gostava de olhar as estrelas, a lua. Era bom para pensar e colocar a cabeça no lugar. Depois de alguns minutos, Nathan , Max e Meg saíram da sorveteria, resolvemos ir embora, já estava muito tarde e iriam ficar preocupados conosco, bem...se estivessem sóbrios.

Meg foi na frente com o Max, deixando eu e o Nathan sozinhos atrás, eu já estava bocejando de sono então me acomodei no peitoral do Nathan. Chegamos em casa e Siva estava desesperado, fazendo alguma ligação.

- Vocês são loucos de sumirem assim? - perguntou se sentando no sofá.

- A gente só foi na sorveteria, já que o Tom tava em um sexytime lá em cima. - eu comentei subindo as escadas.

- A onde você vai? - perguntou Nathan vindo atrás de mim.

- Vou dormir. Ah Siva o Jay vai dormir em casa?

- Não, ele saiu da balada acompanhado de uma garota, mas não sei pra onde foi. - ele respondeu rindo.

- Beleza então. - eu disse puxando Nathan pela blusa. Eu fui tomar um banho enquanto ele foi trocar de roupa ou arrumar alguma coisa, sei lá. Me troquei no banheiro mesmo e quando sai, percebi que a porta do meu quarto e da Meg estava meio aberta.

- Ta com sono? - vi Max só de calça de moletom abraçado a Megan, os dois deitados na cama.

- Um pouco. - ela sorriu.

- Não vou te incomodar. - ele passou a mãos em seus cabelos.

- Não...

- Durma. - ele começou a acariciar seus cabelos e ela foi fechando os olhos, ele a abraçou e também fechou o olho.

Depois daquela cena fofinha que eu presenciei, fui para o quarto do Nathan, ele estava deitado assistindo televisão, assim que me viu a desligou e sorriu pra mim. Caminhei até ele e deitei ao seu lado que me abraçou e começou a mexer no meu cabelo até eu pegar no sono.

Nenhum comentário:

Postar um comentário